Democracia Participativa: Vantagens e Riscos

Comparado com a tradicional Democracia Representativa, a Democracia Participativa ou Direta permitiria que:
1. Os representantes dos eleitores tivessem mais responsabilidade nas consequências das suas decisões políticas
2. Mais igualdade democrática ao trazer um maior número de cidadãos para o processo democrático
3. Mais autonomia política permitindo que os cidadãos participem na discussão e nas decisões que dizem diretamente respeito à sua comunidade.
4. Perda de influência política dos grupos económicos e financeiros que frequentemente manobram as decisões políticas.

Riscos da aplicação da Democracia Participativa ou Direta:
1. Risco de “participação consensual”, com uma procura quase obsessiva por falsos consensos que acabam por bloquear ou atrasar o processo decisório, desvirtuando todas as propostas alternativas em decisão.
2. Derivas populistas, com incapacidade para tomar decisões necessárias mas pouco populares.
3. O modelo participativo pode ser usado pelo sistema representativo como forma de mascarar lideranças fracas. Isso mesmo pode ter-se passado em França, quando a candidata Segolene Royale pareceu querer esconder a falta de inovação das suas ideias organizando “assembleias de cidadãos” e usando o seu site de campanha para que as os visitantes participassem na redação do seu programa e das políticas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s