Sete Milhões para o Buraco

É impossível não reparar como, nos últimos meses, o número de buracos no pavimento das vias rodoviárias de Lisboa tem aumentado. O fenómeno tem ocorrido sem que a autarquia lisboeta tenha tido a capacidade para reagir atempadamente apesar da multiplicação de queixas dos munícipes.

Finalmente, o executivo autárquico diz ter sete milhões de euros para começar obras de reconstrução de arruamentos.
É certo que as chuvas intensas das últimas semanas são aqui um factor a considerar mas não basta aqui “tapar” buracos.

Cada empreiteiro que ganhar uma obra de restauro tem que garantir que a restauração resiste por um dado prazo e que, daqui a algumas semanas, o mesmo buraco não se reabre para ser novamente “restaurado” pelo mesmo ou outro empreiteiro. A gravidade da situação nacional e a contenção financeira em Lisboa exigem rigor mas não encontramos esta exigência no anúncio desta “operação de sete milhões” do executivo camarário.

A gravidade da situação nacional e a contenção financeira em Lisboa exigem rigor mas não encontramos esta exigência no anúncio desta “operação de sete milhões” do executivo.

Não só por estas razões mas porque o rigor é uma exigência, ética e moral em todas as e quaisquer circunstâncias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s