Perguntas Olissiponenses (3)

É verdade que na rubrica das “dívidas a terceiros”, o executivo Costa ainda deve a fornecedores mais de 929 milhões de euros? (e isto apesar da venda dos terrenos da ANA)
É verdade que o prazo médio de pagamento que era em 2010 de 85 dias em 2012 subiu para 125 dias?

É verdade que os custos com pessoal na CML entre 2008 e 2011 aumentaram entre de 38% para 42%?

É verdade que as despesas de funcionamento da CML aumentaram entre 2008 e 2011 de 119 para 154 euros por habitante?

O que está a fazer a Câmara municipal quanto aos atropelamentos de peões que ocorrem em Lisboa numa base quase diária?

A CML terá gasto cerca de 300 mil euros de fundos do PRODEP3 em quadros interativos. O MaisLisboa pergunta se o executivo não encontrou melhor forma de gastar essa verba em escolas que estão frequentemente mal conservadas, sem casas de banho o espaços de jardim devidamente conservados. Por exemplo, na escola António Arroio a área de serviços nunca foi terminada (incluindo refeitório, auditório e secretaria). De forma completamente oposta e em flagrante contraste, algumas das escolas de Lisboa têm este modernos e dispendiosos quadros interactivos…
 
Na Linha Verde do Metropolitano foi suprimida uma carruagem nas composições. A CML foi consultada nesta redução para 3 carruagens que provocou o congestionamento em alguns horários?
 
Em muitas estações do Metropolitano, elevadores, escadas rolantes, plataformas elevatórias, estão parados por falta de financiamento. A CML já inquiriu o ML a este propósito?
 
Lisboa  tem um alto nível de sinistralidade rodoviária, especialmente em relação a atropelamentos (em 2012, 300 cidadãos foram atropelados). Não existe a este respeito uma estratégia consistente da CML: os tempos dos semáforos não aumentaram (na Avenida de Roma, há semáforos com 4 segundos em “verde”!), nem todas as passadeiras estão devidamente mantidas e sobretudo, são muito raros os sistemas de controlo de velocidade Speed Humps ou Speed Bumps, vulgo “lombas”, por outro lado, existem em Lisboa apenas 3 equipas de Polícia de Trânsito. A CML não planeia lançar uma abordagem mais global e multifacetada que reduza a  incidência deste problema em Lisboa?
 

É verdade que o aluguer do gabinete do presidente da CML custa 5600 mensais ao erário municipal? Este gabinete não poderia ter sido instalado num dos vários palacetes fechados que são propriedade da autarquia? Por outro lado, este contrato de aluguer é por dez anos, quando um mandato autárquico não excede os 4 anos… Isso é ético?
http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/antoacutenio_costa_leva_gabinete_para_o_intendente_ateacute_2013_por_5600_euros_mensais.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s