Pergunta MaisLisboa à Câmara Municipal de Lisboa

Na Itália, o município de Turim estima poupar mais de 6 milhões de euros ao longo de 5 anos através da substituição do Microsoft Windows XP pela distribuição de Linux, Ubuntu. Esta substituição vai ter lugar nos 8300 utilizados atualmente pela autarquia e deverá gerar uma poupança imediata, por máquina, de 300 euros. Isolada, esta fase da operação vai permitir poupar 2,5 milhões de euros em licenciamento Microsoft de Windows e Office. Nas fases seguintes, outras poupanças serão adicionadas, à medida que outro software proprietário vai sendo substituído

Neste contexto, o MaisLisboa questiona a Câmara Municipal de Lisboa:
1. Qual é o valor atualmente dispendido em licenciamento proprietário (Microsoft, Oracle, SAP/R3, etc) na CML?
2. Qual é o parque informático (desktops, laptops e smartphones) atualmente em uso na autarquia?
3. Qual é a utilização de Software Livre (Linux, LibreOffice, Apache, etc)? Em que percentagem do parque está instalado?
4. No âmbito de operações de contenção de custos e racionalização de despesas a CML tem prevista alguma operação semelhante (em escala ou âmbito) ao exemplo de Turim?
Fonte:

http://rss.slashdot.org/~r/Slashdot/slashdot/~3/B4-xnBNLo8A/story01.htm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s